PERCEPÇÃO MUSICAL - Volume 2 - Bruce Benward & Maureen Carr

Leitura Cantada a Primeira Vista
R$ 89,99

Disponibilidade: Em estoque

Código: EMP08706

Editora: Edusp - Unicamp

Idioma: Português

Autor/Artista: Maureen Carr / Bruce Benward

Instrumento: Todos

Formato: Livro / Partitura / 370 páginas


Lançada em uma parceria formada pelas Editoras das Universidades de São Paulo e Estadual de Campinas – Edusp e Editora da Unicamp –, a Série Didático-Musical foi idealizada e é dirigida por Adriana Lopes da Cunha Moreira e Marcos Branda Lacerda, ambos professores do Departamento de Música da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Seu intuito é o de contribuir para a construção de uma literatura básica didático-musical em língua portuguesa e se constitui de títulos atuais, voltados para a formação de músicos em nível acadêmico e pré-acadêmico.

PARA MELHOR UTILIZAÇÃO DO LIVRO - ACESSAR O LINK ABAIXO COM ÁUDIOS E SOFTWARE:
http://www.mhhe.com/socscience/music/benward7/site/

PARA MELHOR UTILIZAÇÃO DO LIVRO - ACESSAR O LINK ABAIXO COM ÁUDIOS E SOFTWARE:
http://www.mhhe.com/socscience/music/benward7/site/


Exige instalação: http://get.adobe.com/br/shockwave/


Editora Unicamp / EDUSP

Sinopse Original:

A formação de um músico competente - intérprete, regente, instrumentista, compositor, professor, pesquisador ou crítico - depende primeiramente do desenvolvimento de seu ouvido musical.
Com esta publicação, a área denominada Percepção Musical ou Treinamento Auditivo, ganha material pedagógico atualizado e importantíssimo para seu cotidiano. Planejado em dezesseis unidades que partem de estruturas musicais mais simples - Diatonismo, Métricas Regulares e Claves de Sol e de Fá, Entre Outras - este volume focaliza o ato de cantar, de ler à primeira vista e de solfejar, propondo experiências musicais significativas e gratificantes.
Solfejar no sentido musical do termo, significa compreender e realizar, além das alturas, ritmos, harmonias e texturas implicadas; A direção, o sentido e a coerência de uma melodia ou evento sonoro e é esta a proposta que norteia a escolha dos exercícios, das atividades e do repertório presente.
Por meio de trechos que vão desde o canto gregoriano, passando pelo pilares da escultura ocidental - Mashaut, Bach, Mozart, Brahms - Até o Século XX, com Schoenberg, Carter, e Duke Ellington, por exemplo, aprende-se a ouvir e cantar não apenas intervalos isolados, mas motivos rítmico-intervalares contextualizados em ambientes modais, tonais, cromáticos, atonais, hexatônicos, dodecafônicos, octatônicos ou mistos. As práticas da improvisação e do canto em conjunto, estratégias pedagógicas privilegiada pelos autores, são, ainda, um diferencial e reforçam a necessidade da presença deste livro em sala de aula, em grupos de pesquisa ou em qualquer estudo autodidata, cuja meta seja a fluência consciente do mundo musical.  - YARA CASNOK