AS CANTATAS DE J. S. BACH - ALFRED, DURR

R$ 99,99

Disponibilidade: Em estoque

Código: CANT4039

Editora: independente

Idioma: Português

Autor/Artista: ALFRED, DURR

Instrumento: Literatura

Formato: Livro / 1406 páginas

UPC: 9788574604039

A obra de Johannes Sebastian Bach experimentou um renascer ao longo do século 20. A Análise de suas Cantatas, cujos textos são apresentados no livro, constitui uma ajuda para ouvinte ineressado nas apresentações, transmissões pela midia e reproduções em disco dessas Cantatas, instruindo-o para uma audição mais atenta, uma vez que torna mais claro o que costuma ser de dificil compreensão. O tema central, assim, é a obra de arte em si, sua musica e seu texto, na medida em que sejam necessários à conpreensão da obra.

Editora Edusc
1406 páginas

A obra de Johann Sebastian Bach experimentou um renascer ao longo do século 20. Desde então, suas Cantatas tornan-se mais familiares para os apreciadores de música. Evidentemente, as Cantatas de Bach, justamente devido à atualidade e relevância que gozavam em sua época, estão atreladas a seu tempo em maior grau que a obra instrumental "atemporal". Mesmo assim, Alfred Dürr acredita que as Cantatas de Bach, como testemunho da mais alta arte, da fé cristã e da história cultural do Ocidente, Também se apresentam como desafio ao homem de hoje para que se debruce sobre elas. Esse desafio exige uma certa sensibilidade compreensiva do condicionamento histórico, mas ao mesmo tempo também é preciso indagar: o que significam as Cantatas de Bach para a época atual? aqueles que acompanham com interesse a criação musical hodierna, não poderão negar a mesma atenção em relação ao esforço de Bach pela atualização da música sacra de seu tempo. Despertar esse interesse é o objetivo desta obra.
A análise das Cantatas de Bach, cujos textos são aqui apresentados, constitui, preliminarmente, uma ajuda para o ouvinte interessado nas apresentações, transmissões pela mídia e reproduções em disco dessas Cantatas, instruindo-o para uma audição mais atenta, uma vez que torna mais claro o que costuma ser de dificil compreensão. O tema central, assim, é a obra de arte em si, sua música e seu texto, na medida em que sejam necessários à compreensão da obra.

Alfred Dürr, nascido em 1918, em Berlim-Charlottenburg, estudou música e filosofia clássica, atuando no Instituto Johann Sebastian Bach, em Göttingen, de 1951 a 1983. Publicou edições criticas das obras de Bach (Neue Bach Ausgab) e de seus contemporâneos, além de outras voltadas a questões cronológicas da obra vocal do referido compositor.